Estabelecendo uma relação de confiança com seu reumatologista

Estabelecendo uma relação de confiança com seu reumatologista

Com a artrite reumatoide chega o relacionamento com os médicos, é como ouvir a música de casamento “você aceita esse médico até o último dia da sua vida”?

O médico reumatologista é um parceiro importante na luta pela estabilidade da artrite reumatoide, sempre digo que devemos escolher o médico, como escolhemos namorado, pela afinidade, simpatia, companheirismo, cumplicidade, empatia e confiança. A sintonia entre médico e paciente deve acontecer desde a primeira consulta.

 A comunicação entre paciente e médico é um processo importante, essa comunicação irá definir a compreensão de tudo aquilo que o paciente sente e tudo aquilo que o medico entende. Nem sempre o que o paciente consegue expressar é o que o médico consegue entender. Por isso essa comunicação deve ser próxima e objetiva, em linguagem clara e acessível, o paciente não precisa ter medo ou vergonha de falar com o médico em suas próprias palavras. O médico prefere ouvir exatamente dessa forma, pois o ajuda a entender o que está realmente acontecendo.

O paciente precisa estabelecer uma relação de parceria com o seu médico, procurando fazer-se entender e buscando, por outro lado, cumprir todas as orientações e prescrições do médico, nada deixa um médico mais frustrado do que um paciente rebelde. Parceria é uma mão de via dupla, ela deve funcionar igual para ambas as partes, se o paciente quer que o médico o entenda, o paciente deve também seguir aquilo que o médico prescreve e orienta.

E se essa via de mão dupla não funciona? Como agir, se as orientações do médico estão difíceis de serem cumpridas e entendidas? A melhor maneira é conversar,  articule com o seu médico,  explique ao médico as suas razões e ouça os argumentos dele, buscando juntos a melhor solução para a situação que estão discutindo, essa é a chamada decisão compartilhada.